Editorial

Na prática, a teoria é outra – Teste de 1RM

NA PRÁTICA A TEORIA É OUTRA…….

Quem nunca ouviu essa expressão? É quase um mantra que afirma que as teorias nunca são colocadas em prática e que o que dá certo na prática é a melhor maneira de se fazer as coisas, mesmo que ninguém saiba por que dá certo!

Isso é especial para a Educação física, para o treinamento, e para alguns aspectos mais polêmicos do rendimento esportivo ou estética, onde a quantidade de “soluções” práticas é enorme, sem nenhuma retaguarda científica!

Vejamos por exemplo o caso do teste de 1RM, um teste simples, fácil de fazer, que pode ser feito com o material que qualquer um usa em uma academia (Brown e Weir, 2001  para o teste completo).

As cargas de hipertrofia deveriam ser prescritas baseadas no teste, e alteradas conforme sua modificação em função do treinamento, mas NINGUÉM FAZ……  todo mundo diz: “…- eu treino pesado….”, mas quanto é esse pesado???  Depende do dia, da boa vontade, do pré treino…..

Sem nenhuma parametrização, sem nenhum acompanhamento ou controle, você sai de nenhum lugar e chega em lugar nenhum…. já pensou nisso? Se até o Arnold já parou pra aprender e pensar, nós também podemos aproveitar.

Claro que a ciência também merece sua bronca, o teste de 1RM pode ser feito em todos os músculos? De que adianta fazer só no supino ou leg press? Já fizeram algum estudo com uma amostra mais real, que compara gente que treina sem a carga baseada no teste (o famoso pesado) com gente que treina com a carga baseada no teste pra ver que tem melhores resultados?  NÃO…

Então, fica essa briga entre duas “entidades”  que tem o mesmo objetivo, mas teimam em ficar de lados opostos.

E você ??  tá ajudando a por ciência na prática e a tornar a ciência mais fácil?

Conte pra nós qual é, pra você, o exemplo de que a ciência e a prática não falam a mesma língua….

Curtiu? Compartilhe…

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ir para Cima