Treinamento

Medidor de Potência ou Frequência cardíaca? Saiba por que os dois servem!

Parâmetros de treinamento, Potência, Frequência Cardíaca, Ritmo…..?

Esse texto fala sobre o que você tem que olhar pra saber se o seu treinamento está no rumo certo e se vai dar os resultados que você quer….

Falando nisso, você treina com algum objetivo específico?

Essa pergunta parece boba, mas, afinal….. QUAL É O SEU OBJETIVO?

E não adianta dizer, andar rápido, correr atrás do Marilson ou do Avancini etc….. seus objetivos tem que ser mais bem definidos, com metas, datas  e periodização para alcança-las.

Se você quer passar de um praticante de atividade físicas para um atleta amador, ou ainda um atleta profissional, mesmo que você só continue vencendo a si mesmo, é importante que você defina bem seus objetivos.

Isso quer dizer, datas, competições alvo, ritmo esperado, percurso conhecido, adversários mapeados….  o máximo de detalhes que você puder definir vão te aproximar mais do sucesso.

Claro que tudo isso começa com uma avaliação inicial, um teste de VO2 máximo ou um teste de potência máxima, uma avaliação de composição corporal, um teste de pisada, um bike fit, todos esses são elementos que devem ser avaliados antes de você começar, ou recomeçar um novo ciclo de treinamento com objetivos novos.

Só pra você saber, a determinação do seu limiar anaeróbico, um parâmetro super importante pro treinamento, deve ser feita por gente que entende do assunto, um teste mais rápido e mais curto pode te dar um limiar menor1, e você vai treinar num ritmo mais lento, achar que é o super homem e não vai chegar a lugar nenhum!!!

Uma vez definidos esses parâmetros, é importante acompanhar o desenvolvimento do seu treinamento.

Uma coisa super importante para isso é a sua planilha de treino. A planilha vai te dizer se hoje é dia de impor um ritmo muito forte em intervalos curtos, se é dia de ritmo médio em intervalos mais longos ou se é dia de “rodagem” de aumentar o volume (a distância), num ritmo confortável.

Sem a planilha, você não sabe para onde está indo, e não adianta sair pra treinar, sem saber onde vai chegar, muitas vezes as pessoas saem pra treinar só pelo prazer de ir, e isso é ótimo, mas, sem um objetivo, quando você não consegue treinar, seja lá pelo motivo que for, tanto faz, afinal, era só mais um treino mesmo….

OK, então já tenho minha avaliação, meus objetivos e minha planilha, mas qual parâmetro devo seguir para determinar o ritmo dos treinos?

O pace (ritmo em inglês, tempo médio por km ou velocidade em km/h) é um parâmetro conhecido por todos, todo mundo que corre ou pedala se refere ao seu pace, …“eu faço 5 min por kilômetro” ou …”essa pedalada foi a 30 km/h de média”…  mas esse ritmo está ligado a dois outros fatores que são os reais marcadores de intensidade do treino, a Frequência cardíaca e a potência muscular gerada no ciclismo.

Quando pensamos nos corredores, esse parâmetro da frequência cardíaca é o principal, uma vez que ainda não conseguimos determinar a potência muscular gerada na corrida através de um método simples.

Mas quando pensamos nos ciclistas, a quantidade de informações e estudos que investigaram essas duas variáveis são enormes2,3, e eles trazem algumas informações interessantes.

A frequência cardíaca é uma informação simples, direta, que diz o quanto o atleta está se esforçando e pode ser medida facilmente! Ela é uma informação central que junta todos os dados, do coração, cérebro e músculos.

A potência também é uma informação direta, que diz quanto de força o atleta está fazendo nos pedais e é medida através de um monitor específico que pode ser acoplado a bicicleta, mas que atualmente, é um equipamento caro. Essa é uma informação periférica, que está ligada a capacidade de fazer força do atleta, mas que diz quanto os músculos estão gerando de força nos pedais, mais específico do que a Frequência cardíaca.

Polar v800                                     OU                                          power meter smr      ????

Mas você deve estar se perguntando, será que eu realmente preciso do medidor de potência pra treinar? Ou posso continuar usando o velho e bom monitor de frequência cardíaca que eu tenho?

Bom, os dois parâmetros são diferentes, apesar de estarem ligados, se você gosta de informações e leva os treinamentos a sério, a medida de potência pode te levar a um nível superior de performance. Ao mesmo tempo, a potência gerada nos pedais, depende diretamente da sua capacidade cardíaca, ou seja, da FC!!!  Portanto, se você continuar usando o monitor de frequência cardíaca como um parâmetro, e tiver feito um bom teste de determinação de Limiar anaeróbico, você também vai continuar melhorando!

Então, a dica é, continue treinando!  Defina suas metas, organize seu planejamento (periodização) e faça um bom teste para definir seu limiar (seja o teste de determinação do parâmetro de potência ou o de limiar anaeróbico).

Você vai melhorar tanto usando um quanto outro parâmetro, então a escolha vai acabar dependendo do seu orçamento, ou de uma opção pessoal.

É importante que você faça outras avaliações no caminho, para saber se o planejamento está dando certo, mas o mais importante é manter o foco e a regularidade, o resultado as vezes demora um pouco, mas, com certeza, compensa!

Bons treinos!!!!

1 –  Kang JChaloupka ECMastrangelo MABiren GBRobertson RJ. Physiological comparisons among three maximal treadmill exercise protocols in trained and untrained individuals. Eur J Appl Physiol. 2001 Apr;84(4):291-5.

2 – Jobson SAPassfield LAtkinson GBarton GScarf P.The analysis and utilization of cycling training data. Sports Med. 2009;39(10):833-44. doi: 10.2165/11317840-000000000-00000.

3 – Gavin TPVan Meter JBBrophy PMDubis GSPotts KNHickner RC. Comparison of a field-based test to estimate functional threshold power and power output at lactate threshold. J Strength Cond Res. 2012 Feb;26(2):416-21. doi: 10.1519/JSC.0b013e318220b4eb.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um comentário

Mais Populares

Ir para Cima