Alimentação / Suplementação

HMB: mais poderoso do que esteroides? PARTE 2

Antes de indicar ou consumir qualquer suplemento (novo) sugerimos que primeiro verifique a reputação dele na literatura cientifica ou aqui, no Exercicência.

Deem uma olhada na figura, um estudo com suplementação de HMβ-FA (Wilson et al., 2014) apresentou resultados de ganho de massa magra similar à um outro estudo clássico que utilizou esteroides anabólicos (Brasin et al. 1996). Em outro estudo, quando o HMβ-FA foi suplementado junto com o a suplementação de ATP (Lowery et al., 2016- trabalho orientado pelo Wilson, do estudo anterior) os resultados foram superiores aos do estudo com esteroides. Você deve estar pensando “…coitados daqueles caras que sofreram com a perda de cabelo e ginecomastia”. Esses resultados são bons de mais… Mas o que a ciência comenta sobre ele.

Existe diversos estudos com HMβ, mas não há estudos que apresentam dados tão extraordinários como os citados figura. Numa recente carta ao editor (link) Geremy Gentles e Stuart Phillips   falam das discrepâncias entre os três estudos com HMβ e ATP (apresentado na figura abaixo). Eles analisaram a fundo os três artigos (mencionada na figura) do grupo de Jacob Wilson e descobriram que são resultados de um mesmo estudo (o grupo controle serviu para os três artigos). Estranhamente, o número de sujeitos do grupo controle variam entre os artigos. Existem outras cartas ao editor (1,2) e uma revisão por pesquisadores de renome mundial (daquelas que buscam pelos em ovoslink) que põe em cheque a credibilidade dos dados destes três artigos citados na figura.

Segunda a literatura cientifica o HMβ funciona, mas em situações bem específicas e os resultados não são de cair o queixo (temos mais detalhes em um artigo científico que foi publico com autoria de membros do Exerciência que falam das doses e a população e contexto que tal suplemento apresenta resultados clinicamente relevante).

Você já sabe que a comunidade científica não acredita nos efeitos milagrosos do HMβ. Se você ainda têm dúvida, queremos que você faça um exercício de indagação: você conhece alguém que (1) treinou pesado por 3 meses e durante este período (2) não tomou esteroides anabólicos, (3) ingeriu proteína como um leão,  (4) suplementou com HMβ-FA e (5) conseguiu ganhar massa muscular similar aos valores citados pela figura? Eu, particularmente, desconheço o abençoado que atingiu o item 5.

 

Referências

Wilson JM, Joy JM, Lowery RP, Roberts MD, Lockwood CM, Manninen AH, et al. Effects of oral adenosine-5′-triphosphate supplementation on athletic performance, skeletal muscle hypertrophy and recovery in resistance-trained men. Nutr Metab. 2013;10:57.

Wilson JM, Lowery RP, Joy JM, Andersen JC, Wilson SMC, Stout JR, et al. The effects of 12 weeks of beta-hydroxy-beta-methylbutyrate free acid supplementation on muscle mass, strength, and power in resistance-trained individuals: a randomized, double-blind, placebo-controlled study. Eur J Appl Physiol. 2014;114:1217–27.

Lowery RP, Joy JM, Rathmacher JA, Baier SM, Fuller JC Jr, Shelley MC 2nd, et al. Interaction of beta-hydroxy-beta-methylbutyrate free acid and adenosine triphosphate on muscle mass, strength, and power in resistance trained individuals. J Strength Cond Res. 2016;30:1843–54.

Bhasin S, Woodhouse L, Casaburi R, et al. Testosterone dose-response relationships in healthy young men. American ournal of Physiology – Endocrinology and Metabolism. 2001;281(6):E1172-E1181.

 

 

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um comentário

Mais Populares

Ir para Cima